0Days0Hours0Minutes0Seconds

Palcos e Grandes Espetàculos

Nas Festas Populares do Pinhal Novo os visitantes poderão assistir a grandes espetáculos e celebrações em vários locais da nossa vila. Temos disponível um mapa para orientar e ajudar a chegar ao local pretendido.

  • Palco da Praça da Independência
  • Pátio Caramelo
  • Palco da Gastronomia
  • Polidesportivo
  • Celebrações Religiosas
  • A Festa Brava

Ultimas Notícias

Imagem1
Festas Pinhal Novo 2016
Nunca e tarde para aprender- 2016

"Nunca é tarde para aprender"

/
Considerando o sucesso da primeira acção formativa em informática…
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
FP-16_campanha socios_web
Convite
cover_pateo

Programação Páteo Caramelo 2016

/
O Páteo Caramelo, um nome com enraizada tradição, é a zona…
GIFT3

Mapa das Festas

mapa hp

Os Nossos Artistas

Apoie a Associação de Festas Populares de Pinhal Novo

Ser sócio custa apenas €5/ano. Esperamos por si na nossa sede.
Para sua comodidade pode ainda preencher a proposta de sócio e enviá-la por e-mail ou fax (210845076) juntamente com o comprovativo de pagamento por tranferencia bancária para o NIB indicado na própria proposta.

Imprimir Proposta de Sócio

História

Uma Festa em Pinhal Novo – sonhos, ensaios e realidade….

Ora manifesta a sua devoção, ora assinala uma efeméride, ora evoca um acontecimento especial da sua comunidade…. Porém, seja qual for a motivação, a Festa cimenta os alicerces da identidade desse povo e fortalece os pilares da sua auto-estima.

Decorria o ano de 1997 e na noite de quarta-feira, dia 9 de Abril, José Carreira Agostinho, o então Presidente da Junta de Freguesia de Pinhal Novo, mais um pequeno grupo de sonhadores, aquelas pessoas que olham o mundo de um modo diferente dando-lhes mais cor e emoção, entre o barulho de chávenas de café, cigarros e garrafas de água, resolveram que 1997 seria o ano da mudança.

  • Orgãos Sociais

    Consulte os elementos da Direção, eleitos por unanimidade em Assembleia Geral para o efeito a 30 de Outubro de 2013.

  • Sopa Caramela

    A sopa, considerada por muitos pesquisadores como o prato mais antigo do mundo, mesmo antes da descoberta do fogo, é um prato fundamental na gastronomia portuguesa.